Blog

Decisão em RH: 6 atitudes para obter uma perspectiva integral

  |   Recursos Humanos, SAP SuccessFactors   |   No comment

Por causa de sua atuação altamente relevante, a área de Recursos Humanos se tornou uma importante colaboradora para o sucesso de qualquer negócio — independentemente do porte ou segmento. A decisão em RH, portanto, passou a ter um peso ainda maior na estratégia da organização.

Gestores de Recursos Humanos trabalham a favor de um alinhamento complexo entre os objetivos da empresa e cada decisão tomada, necessitando de um planejamento constante para obter uma perspectiva integral a respeito do negócio. Desse modo, conseguem atender às expectativas da organização e de seus colaboradores.

Conheça 6 atitudes para otimizar a decisão em RH e obter uma perspectiva integral e alinhada com o propósito da organização.

1. Saiba que tipo de decisão em RH você toma

A tomada de decisão em RH muda de acordo com o estilo de liderança. Por isso, você deve conhecer diferentes tipos, também para avaliar quais funcionam melhor dentro de cada cenário e do contexto organizacional.

São, basicamente, três:

Consensual

A decisão em RH parte de uma consulta à equipe, sendo tomada a partir de um consenso entre todos os colaboradores.

Maioria

Nesse tipo de decisão, há prioridade da opção que beneficia a maioria dos colaboradores.

Autoridade

Baseada apenas nos critérios da liderança, sendo uma escolha imposta e que não dá a oportunidade de ser discutida entre todos.

Destacamos que cada tipo de decisão em RH apresenta vantagens e desvantagens, além de impactos diferentes. Entender essa combinação de resultados, ajuda a organizar melhor o fluxo de ideias e avaliar cada possibilidade.

2. Estabeleça uma comunicação horizontal

O fato é que a área de Recursos Humanos não atua sozinha na organização. Ela precisa do suporte e das informações das demais. Sendo assim, os canais de comunicação devem estar abertos com todos.

Quem não ocupa cargos de liderança tem mais conhecimento sobre processos específicos, pois são os profissionais que têm acesso a essas tarefas e as executam. Logo, uma comunicação horizontal pode contribuir para conhecer esses processos — e considerá-los nas tomadas de decisão.

Envolva sua equipe e chame outros líderes para dialogar. Para obter uma perspectiva integral e tomar boas decisões, faz-se necessário entender a visão de todos sobre diferentes assuntos.

3. Fundamente-se no planejamento estratégico

Boas decisões em RH estão aliadas ao propósito da empresa, sendo este um importante passo para fazer boas escolhas. O planejamento estratégico, portanto, aponta o melhor caminho para o desenvolvimento da organização.

Conecte-se tanto ao que o negócio quer quanto precisa, avaliando os impactos de cada decisão em RH. Observe se elas colaboram ou não para o cumprimento dos objetivos organizacionais.

Isso requer a busca pelo máximo de informações, como, prazos, finalidades, custos e parâmetros de avaliação. Somente assim, você terá meios para direcionar esforços que viabilizem tomar decisões em RH.

4. Faça a análise de dados e observe as métricas

Dialogar é uma excelente maneira de aprofundar o conhecimento sobre os impactos das decisões em RH para o negócio. Mas é essencial que você faça a análise de dados passados e atuais.

Indicadores de qualidade e produtividade, além dos resultados obtidos, são capazes de terminar pontos críticos que merecem atenção. Uma boa fonte dedados está nas ferramentas de gestão de RH e Business Intelligence.

Também deve ser considerada a revisão das métricas utilizadas para medir os impactos das decisões tomadas pela área de Recursos Humanos, pois é impossível gerenciar com eficiência o que não se mede direito.

Fatores internos e externos podem mudar, frequentemente, a forma de gerir pessoas e processos. Essa dinamicidade reforça a importância de rever as métricas para obter um panorama próximo da realidade do negócio.

5. Tenha mais de uma solução para cada situação

Para simular cenários, é preciso levantar todas as possíveis soluções para cada situação. Você poderá avaliar os prós e contras das possibilidades e, baseado nos propósitos da companhia, definir prioridades.

Testes A/B também são eficazes para testar diferentes decisões em RH e devem ser adotados quando os dados não fornecerem a base necessária — ou para testar duas soluções com potencial.

Antes de tomar uma decisão com impactos de larga escala, experimente trabalhá-los em equipes ou projetos específicos. E não se esqueça de estabelecer parâmetros para avaliá-los, para obter o suporte para a tomada de decisão.

6. Utilize uma ferramenta de gestão em RH para obter uma perspectiva integral

Uma ferramenta de gestão em RH, como a SAP SuccessFactors, oferece visibilidade em toda a força de trabalho. Ela possui recursos que possibilitam a combinação de dados de pessoas com informações financeiras e operacionais.

Combinações como essa fornecem insights holísticos e uma tomada de decisão a partir de uma perspectiva integral. A ferramenta possui mais de 2 mil métricas que podem contribuir para a estratégia de sua empresa.

Seu módulo Employee Central ainda permite direcionar a força de trabalho para uma execução precisa e ágil, de acordo com a dinamicidade do mercado atual. Tudo a partir de informações integradas, abrangentes e facilmente encontradas.

Ferramentas como a SAP SuccessFactors fazem parte do processo de transformação digital pelo qual as empresas vêm passando. Trata-se de uma automação inteligente que melhora o fluxo de trabalho e a decisão em RH.

Preparado para melhorar suas tomadas de decisão?

Complemente as atitudes abordadas neste artigo com as etapas para avaliar processos de RH e obter um diagnóstico preciso.

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.