Blog

Colaboradores Millennials

Millennials: como mantê-los engajados?

  |   Recursos Humanos   |   No comment

Quem nasceu entre 1979 e 1995, faz parte da Geração Y, que também recebe o nome de Millennials. Já ativos no mercado de trabalho e mais ligados à qualidade de vida, ainda provocam mudanças dentro das organizações.

A presença dos colaboradores millennials desafia as empresas que ainda não perceberam essa transformação no mercado de trabalho — o que pode ocasionar um alto índice de rotatividade.

Ter esses profissionais em seu quadro de colaboradores é indispensável, mas garanti-los engajados é o ponto que precisa ser mais bem trabalhado. Aplicados, ambiciosos e comprometidos, os millennials são capazes de resultados extraordinários!

Continue a leitura e veja como manter os colaboradores millenials engajados.

O reconhecimento deve ser instantâneo e frequente

Colaboradores millennials cresceram em um ambiente gamificado, ou seja, cercado por situações que apresentavam recompensas instantâneas quando novos níveis de competência eram alcançados.

Essa também foi a realidade das salas de aula, em que o feedback era consistente e mensurável, construindo a curva de aprendizado e explicitando a evolução de cada estudante.

Nesse sentido, o ambiente de trabalho pode estimular a cultura de feedback, em substituição às avaliações semestrais ou anuais.

O tempo deve ser utilizado de forma produtiva

Esse é o caminho do sucesso para os colaboradores millenials. No entanto, eles valorizam o respeito das individualidades, pois cada pessoa tem seu tempo para agir e desenvolver o trabalho.

Horários flexíveis, por exemplo, estimulam o respeito à individualidade e oferecem a possibilidade de o tempo ser utilizado de forma produtiva.

Reuniões pouco objetivas e frequentes são um bom exemplo de prática que não estimula o engajamento dos colaboradores millennials, pois tiram o foco da agenda e da lista de atividades que devem ser feitas.

O crescimento deve ser a curto prazo

Gerações anteriores, quando jovens, valorizavam o esforço das companhias em promover planos de carreira a longo prazo. Isso não acontece com os colaboradores millennials.

Promessas a longo prazo não são atrativas para esses profissionais. Muitos viram os pais se dedicarem anos à mesma empresa e depois serem dispensados pelas sucessivas crises econômicas de nosso país.

O que funciona para os colaboradores millennials são os objetivos a curto prazo, desde que sejam claros e mensuráveis — exigindo das organizações um gerenciamento de performance mais ágil e preciso.

A hierarquia tradicional de promoção está em desuso

Complementando o tópico anterior, os colaboradores millennials não enxergam sentido na hierarquia tradicional de promoção e sucessão.

O profissional com mais tempo de empresa nem sempre é o mais bem preparado para assumir novas responsabilidades ou cargo de liderança — afinal, isso não significa que a experiência vivida garantiu capacidade para tal.

Millennials acreditam em mérito, portanto, não desejam esperar na fila de promoção e sucessão, na qual a prioridade é para o tempo de casa.

O ambiente de trabalho precisa estimular a colaboração

Os millennials são pessoas extremamente sociais — comportamento reforçado pela digitalização dos relacionamentos e interações. Por isso, sentem-se muito confortáveis quando trabalham em equipes.

Os profissionais dessa geração têm o desejo de se envolver com o propósito da organização e compartilhar experiências. Por esse motivo, se decepcionam quando a empresa não cumpre o que prega em seus valores e missões.

Organizações que desejam construir suas marcas empregadoras devem apostar nos colaboradores millennials, porque eles sabem como fazer isso!

A transparência valoriza as relações de trabalho

O fácil acesso à informação que a tecnologia possibilitou à sociedade, fez com que os Millennials crescessem em meio a um ambiente cada vez mais transparente e menos implícito.

Quando as organizações agem de maneira clara e objetiva, estimulam o engajamento de seus colaboradores millennials. E uma das formas de se fazer isso é deixando explícito o que esperam de seus profissionais.

Atitudes, comportamentos, habilidades e competências esperadas estão listadas em termos, documentos e no dia a dia da organização, sempre acompanhadas do retorno que pode ser obtido, como a oportunidade para se desenvolver.

Acompanhe de perto o ciclo de vida desses profissionais na sua organização

A tecnologia é uma grande aliada da área de Recursos Humanos para a eficiente gestão de pessoas. Ter uma ferramenta capaz de gerenciar dados e aspectos sociais e motivacionais é um importante diferencial competitivo.

Ferramentas assim, como o SAP SuccessFactors, permitem o planejamento da estratégia de negócios de maneira flexível e pronta para atender às mudanças do mercado — inclusive o engajamento dos colaboradores millennials.

Soluções inteligentes para gestão de RH automatizam tarefas e liberam sua equipe para as questões mais estratégicas da companhia:

  • cuidar dos processos de recrutamento e seleção;
  • trabalhar no engajamento e retenção de talentos;
  • incentivar a liderança participativa;
  • e conectar os trabalhadores com o propósito organizacional.

Engajamento requer o acompanhamento constante e próximo do ciclo de vida dos colaboradores. Sendo assim, invista em tecnologia para otimizar sua rotina e oferecer o ambiente ideal para que os colaboradores millennials alcancem o máximo potencial.

E se você não está satisfeito com o seu software para RH ou ainda não tem um, veja quais são os sinais que indicam o momento certo para trocar ou adquirir essa solução.

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.